Procrastinação

De Racionalidade
Ir para: navegação, pesquisa

Procrastinação é a prática de adiar tarefas, especialmente tarefas desagradáveis ou trabalhosas, com recompensa incerta e distantes no futuro.

Causas da procrastinação

  • Depressão
  • Ansiedade
  • Tédio
  • Medo
  • Aversão
  • Impulsividade
  • Incerteza

Teoria da motivação temporal

Segundo a teoria da motivação temporal, proposta por Piers Steel e Cornelius König em 2006, a motivação para a realização de uma tarefa se comporta de acordo com a equação:

Motivação = Expectativa * Valor / (1 + Impulsividade * Prazo)

Onde:

  • Expectativa é a probabilidade subjetiva de sucesso na tarefa.
  • Valor é a recompensa ou punição associada a realização da tarefa.
  • Impulsividade é a tendência a se distrair e buscar gratificação instantânea.
  • Prazo é o tempo disponível para a realização da tarefa.

Estratégias antiprocrastinação

As estratégias tipicamente buscam modular algum dos 4 fatores da motivação temporal:

  • Expectativa
    • Dividir um objetivo em partes menores mais bem definidas e tratáveis diminui a incerteza.
    • Ter acesso a pessoas que possam dar apoio.
  • Valor
    • Aumentar a recompensa/punição envolvidos (adicionando consequências adicionais fora do seu controle, como apostas ou compromissos).
    • Melhorar a experiência da execução, melhorando o ambiente de trabalho, ou trabalhando com alguém.
    • Criar recompensas para a conclusão de subtarefas, como comida, entretenimento ou atividades sociais.
  • Impulsividade
    • Bloqueie distrações e outras atividades motivacionalmente salientes.
    • Concentre sua atenção em recompensas grandes em vez de pequenas recompensas imediatas (diversão de alta densidade).
    • Adie e condicione recompensas a metas concretas (adiamento de gratificação).
    • Use um timer para dividir o tempo em blocos de tempo focados, com pausas para descanso (técnica do pomodoro).

Veja também

Links